Páginas

domingo, 29 de novembro de 2015

Momento Musical #12 - The Lounge Lizards, Lydia Lunch, Miles Davis



Adivinhem que dia hoje? Isso mesmo, dia de quero fazer uma postagem, mas tô sem tempo de pensar. Dia de momento musical. E os escolhidos para vosso deleite foram:

The Lounge Lizards - Lounge Lizards (1981)


Na década de 80 (e quando mais poderia ser?), punk e jazz transaram. The Lounge Lizards é o nome do rebento. Com liderança de John Lurie, um ator/músico bem doido da época, famoso por trabalhar nos filmes do Jim Jarmusch, produzir um programa de pesca em que ele ia para locais isolados pescar com amigos (Tom Waits, Jarmusch, Dennis Hopper) - que durou 6 episódios e faliu um estúdio - e por mandar tuítes ao Obama pedindo, por exemplo, pelo fim do horário de verão, o resultado poderia ser algo além de bom? Não. Porra, se não fosse bom não estaria aqui. Vocês já deviam saber disso.

Lydia Lunch - Queen of Siam


E falando da parte da década de 80 que não foi uma merda, temos Lydia Lunch. Um ícone em todos os aspectos. Ela fez parte do movimento pós-punk conhecido por No Wave. O crítico Lester Bangs disse que ela era uma das únicas coisas interessantes acontecendo na década de 80 e esse disco é o motivo. Descoordenado, furioso e explosivo. Escute quando estiver com raiva. Ou para ficar com raiva. Escute.

Miles Davis - Kind of Blue



Sem comentários. Esse é o disco que você mostra pro mancebo que te pergunta o que é jazz. Isso não é um disco, é história registrada. Na liderança, Miles Davis (pergunte quem é e receba uma bofetada), Bill Evans no piano (último MM, veja), John Coltrane no sax tenor, Cannonball Adderley no sax alto, Paul Chamber no baixo, Jimmy Cobb na bateria e Wynton Kelly toca piano numa faixa. Isso é história, filhotes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

caixa do afeto e da hostilidade