Páginas

domingo, 22 de julho de 2012

Momento Cultural 2 - Charles Bukowski



Minha sugestão da semana é a obra de Charles Bukowski. Os romances, os contos, as poesias, o que você encontrar. Se for Bukowski, leia.
Não vou incluir nesse post, e nem em nenhum outro momento cultural, a biografia do sugerido, pois pode ser encontrado em qualquer lugar da internet. Use o Google, não seja preguiçoso.

Por que estou sugerindo Bukowski entre tantos escritores, muitos até melhores que ele?
Excelente pergunta! Sugiro esse escritor como meu primeiro momento cultural literário, pois foi dele o primeiro livro que li do começo ao fim, por vontade própria - Misto Quente. O segundo também, foi Cartas na Rua. Ambos excelentes e uma boa introdução para a obra do autor.
Simplesmente sou um dos muitos traumatizados com literatura por culpa dos anos de escola, quando Iracema é considerado obra obrigatória e depois de ler um parágrafo, dormir e acordar uma semana depois na fronteira da Argentina com um testículo a menos, desisti dos clássicos e dos livros. Fiquei com os filmes e músicas, que nunca me maltrataram. Até que aos dezenove anos, li um livro dele e toda a minha vida mudou, sou um leitor razoavelmente assíduo, embora iniciante, e consigo ler clássicos sem nenhum problema. Além de me arriscar a escrever uns contos, poesias e artigos de vez em quando.


Algumas palavras de sabedoria do homem.

O poema "isso então" (O amor é um cão dos diabos - p.131)

é o mesmo que antes
ou que da outra vez
ou da vez anterior a essa.
eis um pau
e eis uma boceta
e eis problema.

a cada vez
você pensa
bem eu aprendi desta vez:
vou dizer a ela que faça isso
e eu farei isto,
já não quero a coisa toda,
só um pouco de conforto
e um pouco de sexo
e apenas um mínimo de
amor.

agora novamente espero
e os anos vão escasseando.
tenho meu rádio
e as paredes da cozinha
são amarelas.
sigo esvaziando as garrafas
à espera
dos passos.

espero que a morte reserve
menos do que isto.

Com isso encerro o momento cultural dessa semana. Espero que gostem e leiam as obras de Bukowski.
Semana que vem tem mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

caixa do afeto e da hostilidade